Fafire - Publicações
Apresentação

O XVII Congresso de Iniciação Científica da Faculdade Frassinetti do Recife – FAFIRE, planejado para os dias 30 e 31 de março de 2020, ocorreu nos dias 25 e 26 de junho deste mesmo ano, sendo realizado de forma virtual, devido à pandemia de Covid 19.

O Congresso é o momento em que docentes e discentes pesquisadores(as) têm a oportunidade de apresentar e discutir suas pesquisas com a comunidade acadêmica da instituição. Nessa ocasião, mesmo com o desafio da pandemia e a realização de forma remota, o evento teve a participação expressiva da comunidade acadêmica da IES.

Na abertura, tivemos a fala motivadora da diretora da IES, Prof.ª Dr.ª Maria das Graças Soares, e do Prof. Me. Gildo Galindo, Coordenador da Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Em seguida, contamos com a conferência de abertura, proferida pelo Prof. Dr. Janssen Felipe da Silva, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE/CAA), sobre o tema A importância da pesquisa e da escrita acadêmica na graduação em tempos de tecnologia digital. A segunda fala ficou por conta da Prof.ª Dr.ª Liliane Maria Jamir e Silva, editora das Revistas da FAFIRE, que tratou sobre As produções acadêmicas da FAFIRE: processos de organização, sistematização e divulgação.

Na segunda parte do Congresso, os/as participantes se reuniram em salas virtuais, por áreas de conhecimentos. Das 32 (trinta e duas) pesquisas de iniciação científica realizadas em 2019, nesta edição foram apresentadas 25 (vinte e cinco), sendo 12 (doze) na área de educação, 12 (doze) na de saúde e 01(uma) em negócios. Houve, ainda, o lançamento do livro Estudos sobre leitura e literatura: uma proposta para formação de educadores e mediadores de leitura, organizado pela prof.ª Liliane Maria Jamir e Silva, uma produção decorrente de projeto com o mesmo título, aprovado pelo NUPIC e desenvolvido nos períodos letivos de 2018 e 2019, com a colaboração das professoras Nelma Menezes, Vilani de Pádua, entre outros(as) docentes e discentes da IES.

A realização do Congresso é um momento singular porque evidencia uma das práticas institucionais através do incentivo à iniciação científica, cumprindo seu papel como Instituição de Ensino Superior que articula o ensino, à pesquisa e à extensão.

Desenvolve, assim, uma questão fundamental na vida dos/as docentes e discentes, já que "a pesquisa como princípio científico e educativo faz parte integrante de todo processo emancipatório, no qual se constrói o sujeito histórico autossuficiente, crítico e autocrítico, participante, capaz de reagir contra a situação de objeto e de não cultivar os outros como objeto"1.Por fim, agradecemos a todas as pessoas que, com seu trabalho competente e ético, possibilitaram a publicação destes Anais.

Prof.ª Dr.ª Eliene Amorim de Almeida
Coordenadora do Núcleo de Pesquisa

1 DEMO, Pedro. Pesquisa: princípio científico e educativo. 14 ed. São Paulo. Cortez, 2011, p. 43.